Assistentes virtuais
Bom dia,
Posso ajudá-lo?
Venha me conhecer.

Rio de Janeiro, segunda, 25 de outubro de 2004.

 


:: Meio Ambiente

Robô virtual ensina a economizar

O novo site foi desenvolvido prevendo a expansão e objetivando a incorporação de vídeos, apostilas e outras ferramentas que poderão ser acessadas de forma rápida. Existem 600 links incorporados e a expectativa do gerente de Tecnologia e Marketing do Conpet, Frederico Marinho, é de que 2 mil estejam sendo acessados em 2005 para pesquisas relacionadas ao uso eficiente das fontes energéticas.

O executivo ressaltou que a idéia é atrair, principalmente, o público infanto-juvenil para o portal, com a novidade do robô Ed, o único com inteligência artificial funcionando via Internet no País. Ele pode responder em tempo real às perguntas da garotada e de demais internautas interessados em saber o que fazer para evitar o desperdício de combustíveis como o petróleo, gás de cozinha e outras fontes energéticas.

A expectativa de Marinho é de que o novo website seja tão bem-sucedido quanto as outras ações que o Conpet vem desempenhando no País desde a década passada. O projeto EconomizAR é uma dessas iniciativas e surgiu da articulação com o setor de transporte rodoviário de cargas e passageiros.

Segundo Marinho, graças à adesão do setor de transportes ao projeto, já foi possível economizar este ano 314 milhões de litros de óleo diesel em 130 mil ônibus e caminhões. Isso equivale a 12,6 dias de importação do combustível, esclarece o gerente.

- As ações do Conpet são voltadas à promoção de mudanças de atitudes por intermédio da conscientização. O nosso trabalho objetiva mostrar a diferentes segmentos da sociedade que ações simples podem representar ganhos extraordinários quando falamos de economia e meio ambiente. Uma delas é deixar de lançar no trânsito fumaça negra, que é sinônimo de desperdício de dinheiro e falta de compromisso ambiental - afirma o executivo.

Só para dar uma idéia dos ganhos ambientais relacionados à economia de diesel que as empresas participantes do projeto EconomizAR alcançaram, este ano, Marinho informou que deixaram de ser lançados na atmosfera 920 mil toneladas de CO2 (dióxido de carbono), considerado um dos vilões do aquecimento global. Outras 57 mil toneladas de material particulado, causadores da fumaça negra, não poluíram o meio ambiente por conta dessa iniciativa, acrescenta o gerente.

O projeto EconomizAR foi estruturado por intermédio de um convênio de cooperação técnica entre a Petrobras, Ministério de Minas e Energia, Ministério dos Transportes e Confederação Nacional do Transporte (CNT). Por meio dessa iniciativa é oferecido apoio técnico ao setor de transporte a fim de racionalizar o consumo de óleo diesel, promovendo, ainda, a melhoria da qualidade do ar.

- Conseguimos com o projeto EconomizAR essa economia tão significativa e só tivemos a adesão até agora de empresas que representam 7% da frota nacional. A nossa pretensão é intensificar esse trabalho de mobilização junto às empresas, sindicatos, federações e outros segmentos, a fim de que os ganhos econômicos e ambientais sejam ainda mais significativos futuramente - afirma.

Outro projeto do Conpet, o de Etiquetagem de Fogões e Aquecedores, informou Marinho, tem potencial para estimular a economia de 825 mil toneladas diárias de consumo de GLP, o gás de cozinha, o que corresponde a 150 dias de importação do combustível pelo Brasil.

- Precisamos seguir mobilizando a sociedade e buscando alternativas capazes de reduzir a dependência externa de diesel e gás de cozinha. A tendência é de que esses combustíveis não renováveis estejam cada vez mais caros no mercado internacional e continuem impactando a nossa balança comercial - observa o gerente do Conpet.

Ainda segundo informações de Marinho o orçamento destinado pela Petrobras às ações do Conpet em 2004 foi de R$ 2 milhões, volume de recursos que ele espera ser cinco vezes maior em 2005 já que as demandas por iniciativas de racionalização de uso de fontes energérticas estão aumentando consideravelmente. Essa é também uma questão prioritária para o Governo federal, acrescenta.

O executivo ressaltou, porém, que nem sempre é necessário um montante expressivo para obter resultados positivos quando o assunto é conscientização. Ele exemplificou que a verba destinada pela Petrobras não é considerada alta, no entanto, foi capaz de resultar em mudanças significativas para o País. Isso porque todas as ações têm contado com a mobilização e adesão da sociedade, afirmou Marinho.

O Conpet foi lançado em 1991 por decreto federal, objetivando incentivar o uso racional das fontes energéticas não renováveis por segmentos como indústria, comércio, transportes e residências. Para a sua implementação foram utilizadas as mesmas diretrizes do Programa Nacional de Racionalização da Produção e do Uso de Energia (Procel)

Dicas para gastar menos combustível

Automóveis de passeio:
>> Planeje sua rota, evite congestionamentos e deslocamentos desnecessários.
>> Não estique marchas. Trocá-las na rotação correta do motor reduz consumo.
>> Não acelere nas passagens de marcha.
>> Evite freadas e desacelerações desnecessárias.
>> Dirija em velocidade econômica, observando a faixa verde do conta-giros.
>>Mantenha o motor regulado.
>>Evite ficar parado com o motor ligado por mais de 2 minutos.

Caminhões:
>>Arrume a carga de modo uniforme.
>>Não use "banguela", use freio motor.
>>Abasteça em postos que garantam a qualidade do diesel. Evite derramar o produto e verifique a vedação da tampa do tanque.
>>Mantenha os pneus calibrados.
>>Peças e componentes dos veículos têm determinada vida útil, por isso é necessário revisá-los ou substituí-los periodicamente.

Observe a manutenção periódica dos seguintes ítens:
>>Filtro de ar
>>Injeção e válvulas
>>Turbo compressor
>>Válvula termostática
>>Cabeçote
>>Óleo lubrificante
>>Óleo diesel
>>Embreagem e Freios
>>Direção, rodas e pneus

Copyright © 2004 Jornal do Commercio. Todos os direitos reservados.