Checklist 2021 para um chatbot 2.0: 10 dicas sobre o que não pode faltar

Autor Inbot

Escrito por InBot
Redator(a) InBot

Decidiu qualificar os canais de comunicação e atendimento da sua empresa e já está preparado para ter seu assistente virtual inteligente? Confira nosso Checklist 2021 sobre o que não pode faltar no seu robô de conversação.

Checklist chatbot 2021

1.Defina seus objetivos

Um assistente virtual inteligente pode realizar diversas funções e atuar em diferentes canais de comunicação e atendimento.

Desde chatbots SAC a chatbots de marketing digital, esses robôs possuem diversas vantagens que passeiam entre as propriedades de velocidade, qualidade e personalização.

Por isso, é muito importante, antes de construir seu chatbot, definir quais objetivos quer alcançar com o trabalho dele.

Para vencer esta primeira dica, responda a seguinte pergunta: “o que eu desejo alcançar com o meu chatbot?”. Defina tarefas claras para o desenvolvimento do projeto.

2.Conheça seu público

Antes de criar seu chatbot, é importante saber como ele precisa ser personalizado, desde o tom geral dos primeiros contatos à estrutura dos diálogos que devem ser desenvolvidos.

Assim, suas características contemplarão tanto a cultura da sua empresa quanto a identificação com seu público alvo.

Descubra características básicas de possíveis clientes que entram em contato com a sua marca.

Faça uma lista de informações que achar necessário coletar. Algumas delas podem ser a localização geográfica, gênero, idade, nível de renda, ocupação, o que consomem com maior frequência, seus hobbies e estilos de vida, entre outros.

3.Humanize seu chatbot

Ao criar uma persona com características humanas, seu assistente virtual inteligente será capaz de oferecer uma experiência interativa, prática, fácil de ser compreendida e eficaz com conversas reais. 

Para isso, antes de criar seu chatbot é preciso dar características próprias a ele como voz, nome, forma, nacionalidade, hobby e personalidade.

Pense “Com quem meu público gostaria de conversar?” e invista em criatividade.

4.Prepare seu chatbot para ser escalonável

Integrado à Inteligência Artificial, o algoritmo de machine learning no chatbot detecta novas informações e expande o seu aprendizado.

A cada novo contato dos usuários, as conversas ficam registradas e o assistente virtual é capaz de ser escalonável.

Prepare-o para ser também um bot conectado à web, com acesso de busca de conteúdo em outros servidores, detecção de termos frequentes e aprimoramento de respostas e Tecnologia Natural Query Language.

5. Faça testes antes de colocá-lo na ativa

Confira se a grafia está correta, se o fluxo é transparente e natural, se o texto é leve ou opressor, entre outras operações do futuro chatbot ativo.

Realize testes como o A/B, ou A/B Testing, que proporcionam o alcance dos melhores resultados de um projeto.

O A/B Testing pode contribuir para a otimização ao longo do tempo, dos processos de respostas a perguntas frequentes, gatilhos para abertura de janela de chat, imagem de agente e cores de bate-papo.

Ele pode ser aplicado nas sequências de pré-vendas, nas mensagens de teste, nas experiências entre páginas de um site, na sequências de sucesso do cliente e no suporte das sequências de atendimento que resultam em mais e melhores leads.

Esse teste também serve para a verificação da eficácia dos chatbots entre as páginas de um site e o momento mais apropriado para iniciar uma interação com um lead.

Mãos mexendo em celulares e computadores

6. Decida em quais canais precisa do seu assistente virtual

Um Assistente Virtual capaz de interagir em diversos canais digitais, sem a frieza das URAs, compartilhando base de conhecimento e estimulando um diálogo espontâneo.

Ofereça aos usuários a experiência de um chatbot para diferentes redes sociais, como Facebook Messenger, Site, WhatsApp, Twitter, App mobile, Telegram, Instagram e outros, que conversa com lógica e coerência, e ainda tem a personalidade da sua marca.

7. Apresente o seu chatbot

Desde campanhas e anúncios dentro do seu site e das suas redes sociais às próprias primeiras interações do chatbot com quem acessa seus canais de comunicação, prepare a apresentação do seu mais novo funcionário. Invista em marketing digital.

8. Ofereça conversas de verdade

Mantenha seu bot inteligente com conversas curtas e agradáveis.

Se a solução para o seu usuário demandar respostas maiores, divida a conversa em 2 ou 3 mensagens mais curtas.

Envolva os clientes com falas divertidas, atualizadas e com uso de GIFs, Emoji e vídeos apropriados.

Quando fizer perguntas, faça seu bot ser direto e oferecer as opções de resposta que ele irá reconhecer.

Internacionalize seu bot para estar preparado diante de diferentes idiomas, erros de digitação ou gramaticais e de gírias locais.

9. Aposte em Lean UX

A Lean UX é uma metodologia utilizada para processos de design, durante o cumprimento de cada projeto de assistente virtual, que enfatiza a agilidade, priorizando a melhor experiência do cliente diante da entrega do chatbot.

Uma equipe de design básica e tradicional se centra normalmente nos wireframes, sitemaps, fluxos e em outros fatores que exigem rapidez para as entregas e ao mesmo tempo, esforço para manter tudo atualizado.

Nesse sentido, a Lean UX aparece como novidade das grandes empresas que desenvolvem chatbots.

10. Decida como irá desenvolver seu chatbot

Se você não tiver segurança e conhecimentos necessários para desenvolver seu próprio bot, realize parcerias com empresas que já possuem tradição e histórias de sucesso neste assunto.

Com Processamento de Linguagem Natural, a Inteligência Artificial InBot é ágil e precisa, capaz de atuar com comunicação fluida e humanizada em vendas, suporte, marketing e pesquisas.

Não utilizamos IA pré-moldada. Nossas soluções são construídas com tecnologia própria e na medida para a sua empresa, criando o ambiente perfeito para oportunizar ótimos negócios.

Entre em contato com a gente. Olharemos para dentro de sua empresa e traçaremos uma estratégia de chatbots que faça sentido para o seu negócio.

Compartilhe

Newsletter

Receba informações sobre o mundo dos chatbots, inteligência artificial e tecnologia em seu e-mail:

APSs externas

Saiba o que é a Integração dos chatbots com APIs externas da InBot

Saber a importância de ter chatbots com APIs externas é investir em um atendimento ainda mais completo na sua automação. Saiba o que são e suas vantagens.

Chatbots com o uso de PLN: Processamento de Linguagem Natural

Tenha um chatbot que vai além das respostas padronizadas e mecânicas. Para isso, o assistente virtual precisa ser equipado com PLN. Saiba mais.