Conheça exemplos do Marketing Conversacional em Chatbots

Autor Inbot

Escrito por InBot
Redator(a) InBot

Recentemente disponibilizamos em nosso blog um conteúdo sobre os benefícios de aplicar o marketing conversacional em chatbots, entretanto, acreditamos que devido a disseminação do uso dessa estratégia, seja relevante apresentarmos exemplos de como ela funciona na prática. Vamos lá?

 

Atualmente, uma das tendências que tem dominado as empresas é o marketing conversacional em chatbots, que de modo objetivo é uma nova forma de fazer marketing de relacionamento com o cliente. Imagine esse cenário: o usuário acessou e navegou pelo seu site, olhou seus produtos/serviços, abriu seu blog e seguiu você nas redes sociais. Então, esse provavelmente é um lead que por algum motivo ainda não efetuou a compra. 

 

Para quem ainda não está familiarizado com o termo, lead é um contato que manifestou interesse em algo disponibilizado pela sua empresa, ou seja, um potencial consumidor. Esse desejo é definido através do preenchimento de formulários para download, acesso de conteúdos ou pelo contato direto em busca de mais informações. De modo simplificado, um lead é um usuário que está ao alcance da empresa, independentemente do canal digital ao qual ele está conectado.

 

Conheça exemplos do Marketing Conversacional em Chatbots

 

Contudo, através do marketing conversacional em chatbots, ao invés da pessoa receber conteúdos padronizados como formulários e propagandas, que muitas das vezes as pessoas ignoram ou não compreendem direito, os potenciais clientes são direcionados para plataformas comunicacionais, onde será iniciada uma conversa para que eles possam entender melhor sobre o seu negócio e responder o que o bot está questionando. 

 

Por exemplo, se a sua empresa é uma universidade e as pessoas estão com dúvidas em relação ao que cursar, o marketing conversacional em chatbots irá dialogar com esse potencial consumidor para descobrir qual a idade dele, nome, quais cursos tem interesse, entre outros. Após ter acesso a essas informações, o bot pode direcioná-lo e acompanhá-lo até o momento da efetivação da matrícula.

 

Mas, afinal, o que é marketing conversacional em chatbots?

 

Quando falamos em marketing conversacional em chatbots estamos nos referindo a interações em tempo real em diversos canais, que permitem que a sua empresa promova relacionamentos com os clientes e melhore a experiência deles personalizando as interações, conforme exemplificamos acima. 

 

Conheça exemplos do Marketing Conversacional em Chatbots

 

Conhecido também como marketing de conversação, a estratégia também visa auxiliá-los durante a jornada de compra. A ideia é que a humanização do atendimento deve ser baseada na qualidade e prontidão das soluções e não necessariamente no atendente humano. A solução pode ser implementada por meio dos chatbots devido ao avanço da inteligência artificial.

 

10 maneiras de fazer marketing conversacional em chatbots

 

O marketing conversacional em chatbots é uma iniciativa que o consumidor espera das marcas, uma vez que as formas de contato digital aproximaram empresas e clientes. Mais do que vender, hoje as empresas devem criar conexões verdadeiras e autênticas com os usuários, como mostraremos abaixo.

 

  1. A primeira lição importante que você deve ter em mente é que inserir respostas automáticas no seu chatbot não significa fazer marketing de conversação;

 

  1. Abandone os formulários e invista em conversas. Elas proporcionam mais interação e proximidade, o que resulta em leads qualificados;

 

  1. Crie pequenos funis com chatbots para facilitar a compra do consumidor que já tomou a sua decisão;

 

  1. Automatize todas as perguntas frequentes e direcione para o atendimento humano somente as complexas;

 

  1. Recomende conteúdos relevantes para os potenciais clientes, que forneçam informações necessárias para a compra, como posts em blogs, por exemplo;

 

  1. Invista em um chatbot que tenha uma personalidade divertida e torne as conversas mais lúdicas;

 

  1. Forneça suporte técnico 24 horas por dia, 7 dias por semana;

 

  1. Sempre que o usuário efetuar uma compra na página, sugira a compra de outros produtos relacionados e / ou complementares;

 

  1. Utilize as informações coletadas pelos chatbots e fornecidas a você para tomar decisões assertivas;

 

  1. Filtre os potenciais consumidores através de notificações. Assim o chatbot pode notificar o vendedor para entrar em contato com determinado usuário, fazendo com que o atendente humano seja acionado realmente no momento ideal;

 

Marketing conversacional em chatbots: Veja alguns modelos!

Para que o marketing conversacional em chatbots seja eficiente é fundamental que a sua estratégia tenha objetivos claros e definidos desde a implementação, e que todas as conversas sejam muito bem planejadas. Confira alguns exemplos:

 

Nat da Natura 

 

A Nat da Natura utiliza o marketing conversacional em chatbots para auxiliar o consumidor a escolher o melhor produto baseado nas preferências e no perfil dele. Ela também esclarece dúvidas e conversa sobre a marca. A Assistente Virtual está no Facebook Messenger e possui integração com o comércio eletrônico e catálogo de produtos. 

 

A empresa foi uma das primeiras do setor de cosméticos a criar um ‘bot’ com aplicação de inteligência artificial, que opera em aplicativos de mensagens para automatizar respostas. 

 

Sephora

 

Uma gigante do ramo da beleza onde cada canal é diferente e apresenta uma estratégia de conteúdo adequada. A marca usa memes para falar sobre temas como acne e orientar os visitantes durante sua jornada de compras para ajudá-los a escolher os melhores produtos segundo suas necessidades.

 

Conheça exemplos do Marketing Conversacional em Chatbots

 

No Facebook Messenger, eles usam o marketing conversacional em chatbots para aconselhar seus clientes, agendar consultas na loja ou responder a perguntas sobre produtos. Além disso, criaram um chatbot específico para conversar com a geração do milênio e adolescentes, após terem identificado esse público mais jovem.

 

Ebay

 

O eBay, um dos maiores sites de varejo do mundo, também usou o Facebook Messenger para implantar o seu ShopBot, um assistente inteligente de compras pessoal. O bot orienta o consumidor para que ele consiga decidir qual produto quer comprar. Assim, o serviço opera de maneira parecida com a barra de pesquisa do próprio eBay, porém oferece uma comunicação mais personalizada que a cada interação vai sendo aperfeiçoada.

 

O cliente pode mandar imagens em vez de mensagens de texto para o ShopBot da eBay. Com isso, ele consegue rastrear as preferências dos usuários de forma personalizada com o intuito de ofertar as opções de compras ideais, bem como utilizar as compras feitas como referência para futuras indicações de itens. 

 

Conheça exemplos do Marketing Conversacional em Chatbots

 

 

Quer utilizar o marketing conversacional em chatbots para engajar os usuários com conversas interessantes e personalizadas? Acesse nosso site e descubra como ter um chatbot com o estilo, linguagem e posicionamentos da sua marca.

 

 

Compartilhe

[wpdevart_facebook_comment curent_url="https://www.inbot.com.br/blog/marketing-conversacional-em-chatbots-2?page&name=marketing-conversacional-em-chatbots-2&category_name=blog" order_type="social" title_text="" title_text_color="#000000" title_text_font_size="22" title_text_font_famely="monospace" title_text_position="left" width="100%" bg_color="#d4d4d4" animation_effect="random" count_of_comments="3" ]Tags: , , , ,

Newsletter

Receba informações sobre o mundo dos chatbots, inteligência artificial e tecnologia em seu e-mail:

Como divulgar seu chatbot no Instagram

Como divulgar seu chatbot no Instagram: Conheça 3 caminhos inteligentes de divulgação

Saiba agora como divulgar seu chatbot no Instagram, aumentar a visibilidade da sua marcar e ficar à frente da concorrência.
Trend e e-commerce com chatbots no Instagram

Trend no e-commerce: conheça os recursos de chatbot no Instagram

Saiba como os recursos de chatbot no Instagram podem trazer inúmeros benefícios para alavancar suas vendas na rede.